No dia 7 de novembro vai acontecer a Samsung Developer Conference, que poderá ser o palco de anúncios dos principais produtos de 2019 da tecnológica coreana. As atenções estão focadas naquele que pode ser o anúncio do smartphone dobrável, que tem suscitado curiosidade nos últimos meses, sobretudo quando outras fabricantes, como a Xiaomi e a Microsoft com o Surface, também desejam introduzir a tecnologia no seu portfólio. Mas há outros desafios para 2019, como a preocupação do lançamento dos primeiros produtos com suporte 5G, antecipando-se à mudança do paradigma das ligações à internet.

A Bloomberg assinala que a fabricante coreana estará a negociar com grandes empresas de telecomunicações americanas, como a Verizon, para o lançamento do Galaxy S10, com suporte a 5G. O objetivo é popularizar o quanto antes o modelo, como uma espécie de catalisador da nova geração de comunicações online.

A publicação adianta mesmo algumas especificações do S10, fornecidas por fonte anónima, entre elas o sensor de impressões digitais no próprio ecrã do smartphone, indo atrás do Huawei Mate 20 Pro. Outro detalhe interessante é a oferta de três modelos da geração S10, introduzindo uma versão mais acessível, o que poderá afetar a linha Galaxy A, equipamentos de gama média alta.

Ao que parece, o modelo standard S10, suportado por Android Pie, está a ser trabalhado sob o nome de código “Beyond”, e que segundo a fonte da Bloomberg, terá cantos arredondados e o ecrã de 5,8 polegadas será curvo nos dois lados (Edge), sem praticamente “bezel” no topo e parte inferior do smartphone. O modelo terá um trio de câmaras na traseira e a frontal estará visível, debaixo do ecrã, provavelmente com notch. O equipamento receberá depois uma versão maior. Já a versão mais barata não terá o sistema curvo Edge e o sensor de impressões digitais.

O “informante” revela ainda que o protótipo do S10 está a ser testado sem o habitual jack para os auscultadores, o que poderá indicar a introdução de um sistema wireless.

No que diz respeito a informações sobre o smartphone com ecrã dobrável, este foi batizado de “Winner”, e como já se sabe, tem sido trabalhado há anos. Segundo a fonte, a fabricante está indecisa entre dois modelos de protótipos, um que dobra na vertical, outro na horizontal, ambos dobráveis lado a lado. Para já o preferido parece ser o vertical, por ser mais fácil de segurar com uma mão. O modelo terá um ecrã extra no exterior de 4 polegadas, para os utilizadores consultarem facilmente mensagens, sem a necessidade de abrir o equipamento. É referido ainda que o dispositivo dobrável pesará mais de 200 gramas, e que o tamanho superior do ecrã poderá obrigar a Samsung a reduzir o tamanho da bateria para diminuir o peso.

De referir que a Samsung está a trabalhar com a Google numa versão especial de Android, específica para o equipamento dobrável, mas dependente da escolha do formato final do smartphone. A fonte refere que o equipamento poderá não estar pronto antes do segundo trimestre de 2019.

Todas as informações terão de ser assumidas como rumores, mas tendo em conta o historial de “leaks” relacionados com produtos da Samsung, estas novidades não serão difíceis de confirmar. No dia 7 do próximo mês poderão ser confirmadas (ou desmentidas).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.