Apesar de ainda não ter mostrado ou revelado oficialmente ao mundo o seu curioso smartphone dobrável, a Samsung não se abstém de falar na tecnologia sempre que interrogada. O patrão da divisão mobile, DJ Koh, referiu em entrevista à CNet que o dispositivo, quando não está dobrado, é um tablet em plenas funções, com um ecrã grande, mas quando dobrado transforma-se num smartphone.

O executivo está confiante de que a empresa vai conseguir lançar o aguardado dispositivo, que já se fala há alguns anos, mas este terá de ter impacto nos seus clientes. DJ Koh destaca que enquanto a experiência do utilizador não for plenamente satisfatória, mediante os seus standards, nunca irá disponibilizar estes produtos.

O representante já tinha falado no início do ano, durante a CES 2018, sobre a tecnologia, mas adiantando que apenas no final do ano se poderia ver o dispositivo. E também recentemente foi sugerido que este poderia ser lançado em 2019. Entre recuos e avanços, a fabricante tem uma nova data em agenda, o dia 7 de novembro, para a Samsung Developer Conference, que poderá servir para oficializar a tecnologia.

tek smartphone dobravel

De salientar que a Samsung não está sozinha na corrida para o lançamento do primeiro dispositivo dobrável. A empresa sul-coreana poderá perder o comboio para a concorrência, nomeadamente a Lenovo ou a Microsoft que estará a preparar uma versão do Surface de dois ecrãs. Também a Xiaomi estará a ultimar o seu protótipo. A LG, embora não esteja na corrida de smartphones ou tablets dobráveis, fala há anos de uma televisão com ecrã dobrável, e que também poderá chegar ao mercado em breve.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.