O objetivo da medida, que entra em vigor a partir de julho de 2015, é inverter a tendência de crescimento no roubo deste tipo de equipamentos que disparou nos últimos meses.



Prevê que todos os telemóveis vendidos no estado da Califórnia disponham de um sistema que permita desativar facilmente um equipamento de forma remota numa situação de roubo.



O mecanismo pode estar embutido no hardware ou no software do equipamento e deve ser eficaz o suficiente para assegurar que o telemóvel não pode voltar a funcionar a não ser que o utilizador legítimo o autorize.



O sistema tem no entanto de assegurar também, que o funcionamento normal do telemóvel pode ser restabelecido se o equipamento for recuperado pelo dono legítimo, defende a lei identificada como Kill Switch.



Entre 2012 e 2013 o roubo de telemóveis aumentou 94% na Califórnia, passando de 1,6 milhões para 3,1 milhões. Só em São Francisco, mais de 65% dos roubos registados pela polícia no ano passado foram de telemóveis.



Alguns fabricantes já disponibilizam este tipo de funcionalidades, uma política que a partir do próximo ano terá de ser adotada por todas as empresas que queiram vender produtos naquele Estado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.