A Disney confirmou esta segunda-feira as datas de lançamentos do seu novo serviço de streaming. A empresa assegurou também que chegou a acordo com a maioria das plataformas, que vão distribuir o Disney+ em dispositivos móveis e de televisão conectados através da aplicação oficial.

Em abril, a empresa já tinha divulgado alguns pormenores do serviço, fazendo referência a dispositivos móveis e televisivos no geral. Mas agora a Disney divulga quais os parceiros que já confirmaram que vão integrar este serviço, pelo menos na fase inicial de lançamento.

O serviço de streaming oficializado em 2018 poder ser utilizado no IOS, Apple TV, Android, Android TV, Google Chromecast e Xbox One. A Sony e a Roku também aderiram ao Disney+, pelo que também poderá aceder ao serviço através da PlayStation 4 e todos os dispositivos Android conectados a televisões Sony e a modelos de televisão Roku.

No comunicado da empresa, fica-se também a saber que o Disney+ vai ser lançado a 12 de novembro nos Estados Unidos, no Canadá e na Holanda, seguindo-se a Austrália e a Nova Zelândia uma semana depois. Mas a Disney prevê que o serviço seja alargado na maioria dos principais mercados dentro de dois anos.

Quanto aos valores, os dados divulgados pela empresa indicam algumas diferenças entre os países. O Disney + terá um valor de 8,99 dólares por mês, ou 89,99 por ano, no Canadá e 6,99 euros por mês, ou 69,99 por ano, na Holanda. Na Austrália o valor da subscrição mensal será de 8,99 dólares por mês, ou 89,99 por ano, enquanto a Nova Zelândia apresenta o valor mais elevado, chegando aos 9,99 dólares, ou 99,99, caso opte por uma subscrição anual.

O serviço de streaming da Disney vai disponibilizar no seu primeiro ano 25 séries originais e 10 filmes, que se juntam a 400 títulos do catálogo da Disney. A programação vai incluir, entre outras coisas, conteúdos da Marvel, toda a coleção Star Wars, filmes da Pixar, todas as temporadas dos Simpsons, e, naturalmente, filmes de animação clássicos da Disney.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.