Depois de ter sido eleito o smartphone com o melhor display do mercado, o Samsung Galaxy Note 8 viu-se esta semana destronado por um novo líder. De acordo com a DisplayMate, que avalia a qualidade dos ecrãs de vários equipamentos eletrónicos, o iPhone X tem um ecrã superior aos telemóveis da concorrência.

 

O estudo conduzido pela empresa conclui que o display do iPhone X estabelece um novo máximo no índice de brilho, com 634 nits, um novo mínimo no indicador de reflexo, e diz ainda que este apresenta a menor variação de brilho em relação a vários ângulos de visão. O factor X, no entanto, é a calibração de cores do próprio smartphone.

iPhone X ajuda Samsung a quebrar novo recorde trimestral de lucros
iPhone X ajuda Samsung a quebrar novo recorde trimestral de lucros
Ver artigo

Recorde-se que o ecrã do iPhone X foi desenvolvido e fabricado pela Samsung, mas a calibração de cores, que é aqui identificada como sendo o elemento diferenciador, é da autoria da própria Apple.

"Este é o display com as cores mais precisas que nós alguma vez analisámos. É visualmente indistinguível da perfeição e é consideravelmente melhor do que qualquer display móvel, monitor, TV ou TV UHD que tenham em casa", escreve a DisplayMate.

O iPhone X tem um ecrã OLED 2,5K de 5,8 polegadas, sem molduras laterais e inferiores, com um rácio de 19,5:9 e uma densidade de píxeis de 458 ppi. A resolução chega aos 1.125 x 2.436. O destaque da ficha técnica, no entanto, vai para o suporte que o equipamento apresenta para gamas de cor sRGB/Rec.709 e DCI-P3 que são atualmente utilizados por televisões 4K e projetores digitais de cinema.

 

Será que a Smasung conseguirá recuperar o primeiro lugar com o S9? Para a DisplayMate, só lhe falta acertar com a calibração de cor.