Os mais recentes dados da IDC revelam que o mercado de smartphones da região EMEA (Europa, Oriente Médio e África) recuperou no terceiro trimestre de 2020. Ao todo estima-se que tenham sido distribuídos 93,1 mil milhões de equipamentos, somando 27,7 mil milhões de dólares.

Ao todo, o valor representa um crescimento de 2,1% em relação ao período homólogo em 2019. A consultora explica que houve também um contraste em relação aos dois primeiros trimestres de 2020, onde o mercado apresentou uma queda na ordem dos 8%.

Na Europa, o número de smartphones enviados para as lojas atingiu os 53,2 milhões, graças à abertura dos estabelecimentos comerciais durante a Primavera e o início do Verão, ainda antes de terem sido implementadas novas restrições para conter a segunda vaga da pandemia de COVID-19.

No que toca às fabricantes de smartphones que mais equipamentos enviaram para as lojas destaca-se a Samsung. Embora tenha registado um decréscimo de 6,3% no seu crescimento, a empresa sul-coreana continua a deter a maior quota do mercado EMEA de smartphones, com 31,8%.

IDC | Análise ao mercado EMEA de smartphones | Terceiro trimestre de 2020
créditos: IDC

Já a Huawei registou uma queda de 37,8% no seu crescimento. A sua quota de mercado também diminuiu, passando dos 19,2% em 2019 para os 11,7%. Por outro lado, a conterrânea Xiaomi consolidou-se no mercado durante o terceiro trimestre, apresentando um crescimento de 121,9% e registando agora uma quota de 14,4%.

Samsung estabelece liderança no mercado de smartphones à medida que Xiaomi ultrapassa Apple
Samsung estabelece liderança no mercado de smartphones à medida que Xiaomi ultrapassa Apple
Ver artigo

Tendo em conta as tendências registadas a nível internacional durante o terceiro trimestre, a IDC prevê que o mercado de smartphones continue a crescer durante os últimos três meses do ano. Os dados apontam para um crescimento de 2,4%, alimentado pela recuperação das cadeias de produção, assim como pela aposta em novos equipamentos com suporte a 5G.  A consultora espera ainda um crescimento de 4,4% em 2021.

Previsões para o mercado de smartphones internacional
créditos: IDC

Olhando para os mercados regionais, a recuperação na China tem vindo a ser mais lenta do que o antecipado, em grande parte devido a uma fraca procura por smartphones 5G. O crescente preço dos equipamentos combinado com o baixo nível de procura resultará numa diminuição de 11,4% no que toca ao número de equipamentos enviados. Já os mercados da América do Norte, Europa Ocidental e Japão espera-se que venham a crescer graças às “maratonas” de promoções e descontos da Black Friday e Cyber Monday.

A IDC prevê que o número de smartphones com suporte a 5G distribuídos no mercado internacional registe um aumento de quase 19% até ao final do ano, apresentando um crescimento de 58% até 2024. Um dos fatores-chave será o preço dos equipamentos, que se aproximará do custo dos smartphones 4G e os especialistas esperam que rondem os 453 dólares em 2024.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.