Depois de um lançamento tímido do Mate X, que chegou de forma limitada a alguns mercados, com a primeira "fornada" a ser vendida exclusivamente na loja online da empresa, esgotando em menos de um minuto, em novembro de 2019. O lançamento internacional do dobrável da Huawei aconteceu em março, com a versão melhorada Mate Xs. Mas a fabricante chinesa já tinha demonstrado planos para um verdadeiro sucessor, um novo smartphone dobrável com algumas características diferenciadoras. Muitos apontavam como o Mate X 2.

O smartphone tem um conjunto de quatro câmaras na traseira (o original tem apenas três), e duas na parte frontal. No entanto, estas duas lentes frontais estão colocadas na barra, com um sub-ecrã lateral. Este pequeno ecrã mantém-se acessível com o equipamento aberto ou fechado, e que pode ser usado para notificações ou informações das chamadas recebidas.

Ainda sobre a aba, esta pode albergar o estilete de interação, que a fabricante terá chamado de M Pen, sugere o Gizchina baseado em esboços elaborados pelo Let’s Go Digital. Esta poderá ser uma oportunidade para a fabricante chinesa lançar um smartphone dobrável com uma pen, considerando que a Samsung não mostrou o acessório no seu Galaxy Z Fold2.

Outras diferenças prendem-se com os cantos do equipamento serem arredondados, além do smartphone dobrar para o interior, tal como o Samsung Galaxy Fold. Como o primeiro faz a dobra para fora, dispensa as câmaras frontais.

A nova patente, que terá sido submetida na China National Intellectual Property Administration (CNIPA) em maio de 2019, deu-se a conhecer em imagens reveladas em janeiro de 2020. No entanto, a aprovação da patente apenas surgiu publicamente hoje, 14 de agosto. Isso não significa, no entanto, que este projeto seja materializado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.