A Sony sempre teve um marketing focado na robustez dos seus equipamentos, sobretudo na resistência à água e às poeiras. Fez anúncios com base nestas permissas. Eram um dos elementos diferenciadores dos equipamentos da tecnológica japonesa.

Mas agora tudo está diferente. Quem aceder ao site da Sony vai encontrar um aviso relativamente a este tópico. E resumindo o que é dito no alerta, a Sony diz que o seu mais recente equipamento, o Xperia Z5, não deve ser usado debaixo de água - o que inclui não tirar fotografias.

De acordo com a imprensa internacional um aviso semelhante já tinha sido feito relativamente ao Sony Xperia Z3+. Ambos os dispositivos apresentam a certificação IP68, a mesma que existe noutros telemóveis da marca.

O IP68 significa que além de resistente às poeiras, o telemóvel pode ficar submerso durante 30 minutos e numa profundidade máxima de 1,5 metros. A Sony diz que estes resultados são conseguidas em condições de laboratório e que por isso os utilizadores podem não obter os mesmos resultados.

Mas há situações nas quais os smartphones continuam a ser resistentes à água: aguentam com um copo de água entornado, podem ser usados no duche, debaixo de uma chuvada ou quanto está com os dedos molhados.

A questão da resistência dos smartphones à prova de água foi um tópico que o TeK já abordou num artigo específico, mas na altura relativo às garantias do equipamento.

Aproveite e veja ainda as imagens das primeiras impressões do TeK com os três novos telemóveis da Sony.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.