Ming-Chi Kuo já tinha afirmado que em 2020 a empresa da maçã ia lançar três modelos de iPhones, de 5,4 e 6,7 polegadas com ecrãs OLED, juntamente com um modelo de 6,1 polegadas com ecrã OLED, tal como o portal 9to5Mac tinha noticiado.

E agora o analista sugere que todos eles irão integrar a tecnologia 5G, consoante o mesmo site. A gama mais alta vai suportar a tecnologia mais rápida do 5G e ideal para as cidades, conhecida como mmWave, enquanto a mais baixa vai apenas suportar a banda Sub-6GHz. Esta é mais lenta e indicada para áreas rurais e suburbanas, sendo, ainda assim, mais rápida do que o 4G.

De acordo com o analista, estes iPhones são considerados projetos diferentes pela Apple, apesar de suportarem o mesmo design.

A Apple estará, ainda, a desenvolver um modelo para o mercado chinês, que suportará apenas o espectro sub-6GHz, permitindo que a empresa disponibilize preços mais reduzidos. No entanto, Kuo afirma que a prioridade está no modelo universal e se a Apple será capaz de terminar ou não o projeto do iPhone sub-6GHz a tempo.

Ming-Chi Kuo também comentou a compra por parte da Apple da divisão de modems da Intel, afirmando que, com este negócio, a empresa da maçã conta agora com mais recursos para os próximos modelos poderem suportar tecnologia 5G.

No início do ano, o analista já tinha dado conta das novidades para 2019 da Apple, referindo que todos os modelos mantêm o tradicional conector Lightning, deitando por terra o rumor de que a fabricante iria apostar no USB-C. Mais recentemente, essa notícia voltou a ser partilhada num novo leak.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.