No início desta semana, o Wall Street Journal já tinha anunciado que a empresa liderada por Tim Cook podia fechar a compra de divisão de modems para telemóveis da Intel na próxima semana. Agora, a Apple explica os efeitos práticos desta compra num comunicado, adiantando que permite à empresa o acesso à maioria da divisão de modems da Intel.

Com este acordo ficou estabelecido que cerca de 2.200 colaboradores da Intel se vão juntar à Apple, sendo que também equipamentos e arrendamentos vão passar a estar integrados na empresa da maçã.

Para além disso, a Apple vai passar a contar com mais de 17 mil patentes de tecnologia wireless, desde protocolos para modelos de telemóveis até à arquitetura dos modems e da sua operação.

A Intel vai poder continuar a desenvolver modems para outras aplicações que não sejam para smartphones, como PCs, dispositivos para internet e veículos autónomos, garante a empresa criada por Steve Jobs.

É expectável que o negócio seja fechado no último trimestre do ano, estando sujeito a aprovações regulamentares e outras condições.

Um negócio favorável para as duas empresas

Para o CEO da Intel, este acordo permite à empresa focar-se no desenvolvimento da tecnologia 5G, "mantendo a propriedade intelectual crítica e a tecnologia de modem que a equipa criou". Em comunicado, Bob Swan afirma que a Intel respeita a Apple e está confiante de que é a empresa certa para que o trabalho da sua equipa avance.

Também a Apple se mostra muito satisfeita com este acordo. De acordo com o vice-presidente do departamento de tecnologias de hardware, a empresa "está entusiasmada por poder contar com tantos excelentes engenheiros, que se juntam ao nosso grupo crescente de tecnologias de telemóveis". Na opinião de Johny Srouji, esta equipa vai ajudar a acelerar o desenvolvimento de produtos futuros e "permitir que a Apple se diferencie ainda mais no futuro”.

Recorde-se que recentemente um acordo entre a Intel e a Qualcomm para os modems 5G fez com que a Intel dessistisse deste mercado, considerando que não seria rentável.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.