Em dois meses o Windows Phone App Studio foi responsável pelo desenvolvimento de 150 mil projetos que resultaram em 65 mil aplicações. Devido ao sucesso da ferramenta online a Microsoft decidiu acrescentar novas funcionalidades e estender a capacidade criativa dos utilizadores.

Todas as aplicações desenvolvidas só funcionam no Windows Phone e durante o processo de criação o utilizador tem que respeitar um conjunto de temas já pré-definidos. Mais do que as aplicações que foram conseguidas - que são forçosamente de baixa maturidade - é de destacar o número de pessoas que procurou desenvolver um software próprio.

Para o sucesso da plataforma contribuiu também o facto de todo o processo de desenvolvimento ser gratuito e de fácil adaptação, mesmo para quem tem baixos níveis de conhecimentos informáticos.

O software de desenvolvimento agora permite que os utilizadores tenham acesso a outras aplicações do telemóvel sem precisar de trocar de app, que possam partilhar o software através de NFC e inclusive ganhar dinheiro através do kit anúncios do Windows Phone.

Em comunicado a Microsoft diz mais do que uma vez que a relação entre os utilizadores e a plataforma de desenvolvimento tem sido bastante enriquecedora. A tecnológica de Redmond pode estar assim a aprender que tipo de software os utilizadores gostariam de ter nos telemóveis, informação valiosa para um sistema operativo que está em crescimento e em luta contra o duopólio Android-iOS.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.