Depois de ajudarem a SpaceX de Elon Musk a construir os foguetões Falcon na conquista do espaço, alguns dos engenheiros juntaram-se a um empreendedor para criar uma startup dedicada à criação de barcos elétricos de alta-velocidade. A Arc, sedeada na Califórnia, refere que a empresa levantou 4,25 milhões de financiamento seed para a construção de um barco com um motor elétrico de 475 cavalos.

A Arc pretende criar a próxima geração de barcos, apostando na tecnologia elétrica para eliminar a poluição e reduzir o ruído. O seu barco elétrico, batizado de Arc One, pretende ser inteligente e conectado, com a capacidade de receber atualizações constantes, prometendo melhorar com o tempo.

Devido à sua arquitetura elétrica, com menos peças em funcionamento, a empresa pretende reduzir ao mínimo a sua manutenção, para que os seus utilizadores passem o tempo a passear e não nas revisões.

Veja na galeria as imagens do Arc One:

O seu website oficial já disponibiliza uma lista de espera do barco elétrico que custará 300 mil dólares, referindo que vai entrar em produção massiva dentro de cinco meses para fazer as entregas no final do ano. Os interessados devem fazer um depósito de 1.000 dólares (com devolução) para entrar na lista.

E a Arc não esconde os seus trunfos, referindo que o barco foi construído pelos ex-engenheiros de foguetões, e por isso será construído com tecnologia e engenharia de ponta. Nas palavras do seu CEO, Mitch Lee, o único da empresa que não trabalhou na SpaceX, referiu à Bloomberg que o trabalho inspirado na construção de um foguetão introduzido no barco elétrico era surpreendentemente elevado.

China estreia novo comboio que “flutua” pelos carris a 600 quilómetros por hora
China estreia novo comboio que “flutua” pelos carris a 600 quilómetros por hora
Ver artigo

O Arc One junta um novo design de casco com um pack de baterias personalizadas, de forma a criar uma embarcação com uma grande estabilidade, autonomia e velocidade. A startup diz que o barco pode alcançar velocidades de 64 km/h e uma autonomia de três a cinco horas com apenas uma carga graças à sua bateria de 200 kWh.

O casco foi construído em alumínio utilizando técnicas de engenharia aeroespacial, tornando-o muito leve, mas bastante forte para aguentar toda a estrutura e obter o melhor desempenho. E o posicionamento das baterias ajuda a embarcação a oferecer um melhor controlo sobre o seu centro de gravidade. Não só melhora a performance, como adiciona quase mais 20 metros quadrados de espaço útil de armazenamento.

O Arc One terá sete metros de comprimento e foi desenhado para uma capacidade máxima de 10 pessoas.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.