Além de ajudarem quem trabalha em profissões mais árduas a evitar esforços excessivos e lesões, os exoesqueletos também têm aplicações na área da saúde e, como demonstra a francesa Wandercraft, podem servir como uma útil ferramenta no processo de reabilitação de pessoas com condições que impactam a mobilidade.

O Atalante X é a mais recente geração de exoesqueletos da empresa, que, recentemente, conseguiu aprovação da reguladora Food and Drug Administration nos Estados Unidos para uso no processo de reabilitação de pessoas que sofreram acidentes vasculares cerebrais.

Clique nas imagens para mais detalhes

Concebido por uma equipa de especialistas em robótica, o exoesqueleto foi feito para ajudar no treino de marcha, sobretudo para pessoas que têm mobilidade limitada a nível dos membros superiores e que não podem recorrer aos métodos de reabilitação mais tradicionais.

Como afirma a Wandercraft, o Atalante X conta com tecnologia que assegura que os utilizadores mantêm o equilíbrio ao longo das sessões de reabilitação, permitindo realizar exercícios de treino dos membros inferiores, do torso e até dos membros superiores numa posição mais segura.

Veja o vídeo 

De acordo com a empresa, o exoesqueleto adapta-se também às necessidades físicas dos utilizadores, gerando automaticamente um padrão de marcha ajustado e ajudando-os a darem os primeiros passos. Depois de ter iniciado operações comerciais na Europa recentemente, a empresa tenciona agora concretizar as primeiras encomendas do exoesqueleto nos Estados Unidos, avança o website Engadget.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.