É só na próxima quarta-feira que faz 29 anos que o Hubble foi lançado a bordo do vaivém espacial Discovery, mas a ESA e a NASA, que operam o telescópio em conjunto, já assinalaram a passagem do aniversário.

Depois da imagem da Nebulosa Laguna em 2018, este ano há uma outra nebulosa em destaque: a Nebulosa do Caranguejo Sul. Esta peculiar estrutura de gás e poeira em forma de ampulheta é provocada pela interação entre o par de estrelas que está no seu centro: uma gigante vermelha e uma anã branca.

Explica a ESA que antes de terminar os seus últimos dias como uma anã branca, emitindo pouca luz, a gigante vermelha está atualmente a “expelir” as suas camadas externas naquela que é a última fase da sua vida como tal. Parte deste material ejetado é atraído pelo campo gravítico da anã branca, que “responde” de forma idêntica, criando a tal estrutura em forma de ampulheta.

Hubble volta a encantar ao registar “disparo” de uma estrela recém-nascida
Hubble volta a encantar ao registar “disparo” de uma estrela recém-nascida
Ver artigo

A Nebulosa do Caranguejo Sul foi descrita pela primeira vez em 1967 e tratada como uma “estrela normal” até 1989, altura em que os telescópios do  La Silla Observatory mostraram que se tratava de uma nebulosa extensa em forma de caranguejo, formada por bolhas simétricas de gás e poeira. Só 10 anos depois, em 1999, se ficou a conhecer toda a sua plenitude, graças às capacidades do Hubble.

Este foi apenas um dos muitos feitos do telescópio espacial nos campos da astronomia e da astrofísica ao longo dos seus prestes a comemorar 29 anos de existência. Lá do alto, o Hubble já encontrou discos formadores de planetas em volta de estrelas próximas, examinou quimicamente as atmosferas de planetas que orbitam outras estrelas, identificou o primeiro buraco negro supermassivo no coração de uma galáxia vizinha e forneceu evidências de um universo em aceleração, impulsionado talvez por alguma fonte desconhecida de energia “fabricada” no Espaço.

Além da informação relevante, as imagens do Hubble também são conhecidas por serem particularmente bonitas, como pode ver no conjunto que selecionámos para a nossa galeria.

Até ser “rendido” pelo seu sucessor James Web - algo que deverá acontecer em 2021 -, vão com certeza surgir mais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.