O projeto da Sony, apresentado no festival SXSW nos Estados Unidos, é puramente conceptual. Não tem data para chegar ao mercado e isso pode mesmo não chegar a acontecer. O Surface Hub é um produto pronto a comercializar, garante a Microsoft, mas o seu lançamento já foi adiado duas vezes e no último adiamento a empresa também revelou um conjunto de alterações à ideia original.

As diferenças entre as duas ideias continuam e as semelhanças só existem mesmo porque ambas podem potenciar novas formas de trabalhar e partilhar informação entre equipas. De resto, o Surface Hub é uma espécie de tablet gigante e o Tabletop é um projetor.   

[caption][/caption]

A luz que emite transforma a superfície que a recebe numa superfície interativa, graças aos sensores de profundidade e movimento que ajudam a detetar objetos e os movimentos da mão do utilizador e respondem de acordo com isso.

A tecnologia pode ser usada para dar destaque a informação, dar vida a histórias ou animar apresentações. Na demo exibida no festival em Austin a Sony anima a história da Alice no País das Maravilhas.  

O Tabletop foi desenvolvido no âmbito do Future Lab Program, uma iniciativa apresentada recentemente pela Sony, onde cabe investigação fora da caixa. No mesmo festival já tinha sido dado a conhecer outro projeto saído do mesmo ecossistema, o Concept N, uns headphones para usar ao pescoço. 

O vídeo abaixo mostra o conceito dos Future Lab.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.