O exército russo continua a avançar pela Ucrânia, deixando um rastro de destruição pela sua passagem, sobretudo em locais públicos e com aglomeração de famílias e população ucraniana. As mais recentes imagens de satélite da Maxar Technologies mostram diversos locais públicos em ruínas, com destaque para o Teatro Dramático de Mariupol, captado nos últimos dias.

O edifício sofreu um ataque aéreo e alegadamente estava a ser utilizado como refúgio de famílias ucranianas. É relatado que na parte da frente e traseira do edifício constavam diversas palavras a dizer “crianças”, mas isso não impediu o bombardeamento. As imagens mostram danos em hospitais e zonas residenciais da cidade.

Veja na galeria as novas imagens de satélite da guerra na Ucrânia:

Outras imagens de satélite mostram as chamas em edifícios do aeroporto internacional de Antonov, com diversos aviões basicamente empilhados na pista de aterragem. Além de Mariupol, também a cidade de Chernihiv tem sido um alvo constante dos bombardeamentos, com diversas casas destruídas e a arder. O Centro de Treino de Desportos Olímpicos em Chernihiv também foi captado em destroços, salientando-se uma cratera no centro do relvado.

Em imagens anteriores, foi possível ver as movimentações do exército russo pela Ucrânia, assumindo um posicionamento estratégico nas cidades em redor da capital Kiev. As unidades blindadas foram avistadas em áreas em torno de cidades perto do aeroporto Antonov e que as unidades mais a norte foram reposicionadas em florestas em três linhas perto de Lubyanka, com artilharia howitzer em posição de disparo.

Os satélites têm funcionado como os “olhos do céu” da guerra da Ucrânia, sobretudo porque estas estão disponíveis para compra pelo público em geral, nos serviços da Maxar ou Planet, podendo custar 10 dólares por quilómetro quadrado. E a sua resolução é tão apurada que é possível ver detalhes de até 30 cm do nível do solo.

Presidente dos Estados Unidos alerta para ciberataques iminentes a empresas norte americanas
Presidente dos Estados Unidos alerta para ciberataques iminentes a empresas norte americanas
Ver artigo

A guerra na Ucrânia parece estar longe de acabar e pode tomar outras dimensões no campo cibernético. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, avisou que a Rússia poderá usar armas químicas e biológicas nesta guerra, mas alertou também para o facto de que os ciberataques "estão a chegar". A escalada de ciberataques provenientes da Rússia podem atingir empresas norte americanas e alvos estratégicos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.