Os engenheiros da empresa espacial têm trabalhado no conceito de uma nave não tripulada, intitulada de Venus Atmospheric Maneuverable Platform (VAMP), desde 2013. A Northrop Grumman assegura que recorrendo a uma alternação entre o voo a motor e a flutuação passiva, a nave poderia cruzar os céus de Vénus durante um ano completo, recolhendo vários dados sobre o planeta e a sua atmosfera.

Em termos de características técnicas, a VAMP seria uma grande e leve nave inflável com 46 metros, com capacidade para transportar entre 20 a 200Kg de carga e para voar a uma altitude de entre 54 a 69 Km.

De acordo com o SpaceNews, a Northrop Grumman está a planear concorrer à competição New Frontiers da NASA, já no próximo dia 1 de outubro, para ganhar um fundo de mil milhões de dólares para conseguir avançar com o projeto. A missão vencedora terá de estar preparada para ser lançada por volta de 2021.

Se chegar a participar, o conceito da empresa espacial terá como concorrentes outros projetos tecnológicos que tem como objetivo explorar Júpiter, Saturno, os polos lunares, entre outros.

Muitos cientistas querem descobrir mais sobre a atmosfera de Vénus para perceberem como é que o planeta se transformou num num astro "escaldante" quando em tempos poderá ter sido um mundo com potencial para albergar vida.

O ano passado, o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa foi uma das entidades que contribuiu para a descoberta de um nova tipologia de ondas atmosféricas existentes em Vénus, na lua Titã do planeta Saturno e possivelmente em muitos exoplanetas. 


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.