A Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês) é palco para uma grande variedade de experiências científicas. Ainda este ano, a ISS receberá uma nova experiência, que toma o nome SEAQUE (Space Entanglement and Annealing QUantum Experiment), e que ajudará os cientistas a desenvolver as bases para o futuro das comunicações quânticas.

A NASA começa por explicar que os computadores quânticos prometem realizar operações milhões de vezes mais rápido do que os computadores comuns. Já os sensores quânticos podem levar a uma nova compreensão da Terra e do nosso lugar no Universo ao medir as mais pequenas mudanças na gravidade.

No entanto, para que ambos consigam comunicar entre si é necessária uma rede dedicada. Um dos componentes fundamentais para o desenvolvimento desta rede serão “nós” espaciais capazes de receber e transmitir dados quânticos.

Há uma experiência de comunicação quântica a caminho da Estação Espacial Internacional
créditos: NASA

Assim, a NASA afirma que a SEAQUE terá como objetivo demonstrar a viabilidade de tecnologias que poderão dar a estes “nós” espaciais a capacidade de conectar transmissores e recetores quânticos entre grandes distâncias.

Para tal, os “nós” necessitarão de produzir e detetar pares de fotões entrelaçados. A transmissão destes fotões para computadores quânticos na Terra poderá servir como uma base para a computação quântica na Cloud.

Além disso, a experiência pretende também verificar se os “nós” de comunicação conseguem regenerar-se por si próprios caso sejam danificados por radiação, incluindo um sistema à base de lasers.

Como reforça Makan Mohageg, investigador do SEAQUE no NASA’s Jet Propulsion Laboratory da NASA, demonstrar o funcionamento desta tecnologia será fundamental para “construir as bases para a criação de redes quânticas globais” capazes de ligar computadores quânticos separados por grandes distâncias.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.