Neste momento a orbitar a Lua, a Hakuto-R está prestes a fazer a sua primeira tentativa de pouso. Se for bem-sucedida, a missão prevista para esta terça-feira, dia 25 de abril, vai transformar a japonesa ispace na pioneira das alunagens comerciais.

A nave espacial robótica orbita atualmente a Lua numa trajetória elíptica. Durante a sequência de pouso, vai contar com o sistema de propulsão principal para desacelerar da órbita lunar. Com a ajuda de uma série de comandos pré-definidos, ajustará depois a orientação e perderá velocidade para tentar pousar suavemente na superfície do satélite natural.

Missão espacial pioneira já está a caminho da Lua. Lander da HAKUTO-R deve alunar em abril de 2023
Missão espacial pioneira já está a caminho da Lua. Lander da HAKUTO-R deve alunar em abril de 2023
Ver artigo

A intenção da Hakuto-R é apontar a Cratera Atlas, próxima de Mare Frigoris, no extremo norte da Lua, numa operação que deverá prolongar-se durante cerca de uma hora.

A transmissão em tempo real do pouso lunar tem início previsto para as 16h40 de Lisboa, desta terça-feira, 25 de abril, a partir das instalações da “torre de controlo” em Tóquio, com a supervisão dos engenheiros da equipa.

Caso as condições não estejam reunidas e existir algum contratempo que impeça a descida, a ispace tem identificados outros locais de alunagem alternativos, assim como datas associadas. De acordo com uma “escala” pode haver novas tentativas a 26 de abril e a 1 ou 3 de maio.

Lançado no ano passado pela SpaceX, o lander lunar da ispace transporta no seu interior dois rovers, um desenvolvido pelo Centro Espacial Mohammed bin Rashid dos Emirados Árabes Unidos e outro da Agência Espacial Japonesa.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.