A SpaceX está a desenvolver o Starship SN1, um novo protótipo da nave espacial que um dia aterrará no Planeta Vermelho, desde o fim de 2019. A empresa liderada por Elon Musk decidiu pôr a nave à prova num teste em Boca Chica, Texas, no entanto, o veículo espacial não resistiu à pressão e explodiu.

O teste realizado a 28 de fevereiro tinha como objetivo verificar se a estrutura e componentes do protótipo conseguiam resistir aos níveis de pressão criogénica. O vídeo captado por fontes próximas das instalações da SpaceX no Texas revela que um dos tanques da nave se encheu de azoto líquido, causado assim uma disrupção no sistema e uma explosão.

Em dezembro de 2019, Elon Musk deu a conhecer que a equipa da SpaceX tinha passado uma época natalícia muito atarefada a desenvolver o protótipo do Starship SN1. Na altura, a empresa estava a desenvolver a cúpula do topo do Starship SN1, vista pelo seu CEO como a parte “mais difícil” no que toca aos componentes da nova nave. O magnata revelou que esperava que o veículo espacial levantasse voo dentro de “dois ou três meses”.

SpaceX recebe “luz verde” para construir uma nova fábrica de foguetões em Los Angeles
SpaceX recebe “luz verde” para construir uma nova fábrica de foguetões em Los Angeles
Ver artigo

Recentemente, a SpaceX conseguiu a aprovação para construir uma nova fábrica onde desenvolverá a tecnologia necessária para levar missões tripuladas à Lua e a Marte. Se tudo correr como planeado, as futuras instalações da empresa liderada por Elon Musk estarão localizadas num dos segmentos do porto de Los Angeles durante os próximos 10 anos.

A SpaceX continua, entretanto, a trabalhar para obter as licenças necessárias para novos testes da nave espacial que vai viajar para Marte. Até meados de março deste ano, a empresa quer testar os motores Raptor do Starship a uma altitude mais elevada que o habitual e depois conseguir aterrá-lo em solo firme para provar que este consegue ser reutilizado quando aterra em outros planetas.

Já em janeiro deste ano, a SpaceX conseguiu realizar com sucesso um teste ao sistema de emergência da missão, conseguindo obter a certificação da NASA para o início de testes pilotados. O próximo passo é fazer um teste tripulado, com a Demo-2, o qual está previsto para o primeiro trimestre de 2020.

Este mês estamos a celebrar os 20 anos do SAPO TeK. Saiba mais em https://tek.sapo.pt/tag/SAPOTEK20anos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.