A Voyager 2 da NASA está no Espaço há mais de 40 anos e, a milhares de milhões de quilómetros de distância, continua a enviar informações para a Terra acerca do que vai “observando” pelo seu caminho. Depois de oito meses sem poder comunicar com a sonda, a equipa de engenheiros responsáveis pela missão conseguiu mandar-lhe uma mensagem, recebendo um muito aguardado “olá”.

A NASA explica que em questão estava o sistema terrestre de comunicação com a sonda. Desde março que a Deep Space Station 43 (DSS43), localizada em Camberra, Austrália, está em manutenção. Entre os upgrades feitos ao sistema de antenas, os engenheiros substituíram alguns transmissores, incluindo um que já tinha mais de 47 anos de serviço.

Assim, no final de outubro, a equipa decidiu testar o DSS43, enviando uma série de comandos para a Voyager 2. Após uma espera de 34 horas, a sonda deu sinal de que tinha recebido a mensagem e executou todos os comandos pedidos sem qualquer tipo de problema.

“O teste de comunicação com a Voyager 2 diz-nos definitivamente que o nosso trabalho está no caminho certo”, afirma Brad Arnold, responsável pelo projeto da Deep Space Network da NASA. Os trabalhos de manutenção da DSS43 vão continuar e espera-se que estejam concluídos em fevereiro de 2021.

18,5 mil milhões de quilómetros não impediram a NASA de “ressuscitar” Voyager
18,5 mil milhões de quilómetros não impediram a NASA de “ressuscitar” Voyager
Ver artigo

Recorde-se que, ao longo da sua viagem espacial, a Voyager 2 já enfrentou alguns “percalços”, com o mais recente a acontecer em fevereiro deste ano. A sonda desligou-se sem motivo aparente, deixando totalmente de comunicar com os engenheiros da NASA.

A Voyager 2 não tinha conseguido girar sobre si mesma, numa manobra que tem como objetivo calibrar os instrumentos a bordo. O seu sistema de segurança acabou por ser acionado e, para compensar o deficit de energia, todos os instrumentos e sistemas de comunicação foram desligados automaticamente. A NASA confirmou depois que o sucedido se tinha tratado de uma pequena falha técnica e que a sonda tinha recuperado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.