Esta semana ficou certamente marcada pela viagem espacial de Jeff Bezos, no primeiro voo tripulado da nave New Shepard da Blue Origin. Mas, à medida que o bilionário se preparava para ganhar as suas “asas” de astronauta, uma semana depois de Richard Branson ter conquistado as suas, a SpaceX de Elon Musk alcançava um novo marco no desenvolvimento da Starship, a nave que um dia poderá levar o Homem a Marte.

A 19 de junho, a empresa conseguiu testar com sucesso o mais recente protótipo do booster Super Heavy nas suas instalações em Boca Chica, no Texas. Ainda em março deste ano, Elon Musk tinha revelado ao mundo, através da sua conta no Twitter, o primeiro protótipo do conjunto de propulsores reutilizáveis que será usado para impulsionar a Starship para o Espaço.

Naquele que se afirma como o primeiro teste ao booster, a empresa usou um protótipo, que toma o nome Booster 3 e que tem uma altura de 70 metros, composto por três motores Raptor. Ao todo, o modelo final do booster Super Heavy contará com 32 motores Raptor.

O teste de ignição dos motores durou apenas alguns segundos, mas demonstrou à empresa que tudo está a correr como planeado.

Veja o teste da Spacex ao Booster 3

Quando questionado se a SpaceX pretende realizar mais testes com este protótipo, Elon Musk explica que, dependendo do progresso feito no Booster 4, a empresa poderá fazer mais um teste de ignição, desta vez, com nove motores.

Recorde-se que, em maio deste ano, a empresa submeteu à Federal Communications Commission (FCC) um pedido para poder realizar um ambicioso teste. O objetivo é fazer um voo orbital com um dos protótipos da Starship, completo com um booster Super Heavy, levantando voo partir das suas instalações no Texas e a fazer uma aterragem no mar, perto da costa do Havai.

Starship: SpaceX quer avançar com teste de voo orbital de um protótipo completo da nave espacial
Starship: SpaceX quer avançar com teste de voo orbital de um protótipo completo da nave espacial
Ver artigo

Segundo o documento submetido, a cerca de três minutos após o lançamento, os propulsores separar-se-ão do protótipo de nave espacial, fazendo uma aterragem controlado no Golfo do México. O protótipo da Starship continuará o seu percurso, acionando os seus motores e realizando uma viagem quase à volta da Terra. A cerca de 90 minutos depois de ter sido lançado, o protótipo fará a aterragem, possivelmente, numa plataforma marítima a perto de 100 quilómetros da costa do Havai.

Embora o pedido à FCC não indique uma data específica para o teste de voo orbital, apontando, na melhor das hipóteses, para antes de março de 2022, a SpaceX mantém uma perspetiva otimista. De acordo com o Elon Musk e Gwynne Shotwell, presidente da SpaceX, o teste poderá acontecer até ao final de 2021.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.