A data está definida desde meados deste mês. 27 de maio foi o dia escolhido para o marco histórico da SpaceX, que quer levar pela primeira vez desde 2011 a partir de solo americano astronautas para o espaço. No entanto, as condições meteorológicas podem obrigar a empresa de Elon Musk e a NASA a mudarem de planos.

A previsão inicial seria que esta quarta-feira, por volta das 21h30 (hora de Lisboa), os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley conduzissem as operações a bordo da Crew Dragon, à boleia de um foguetão Falcon 9, a partir de Flórida, nos Estados Unidos. O objetivo é que os astronautas fiquem durante algum tempo na Estação Espacial Internacional para completar a missão Demo-2, com a duração do programa a não estar definida para já.

Para isso, no entanto, o tempo tem de colaborar. A responsável pela gestão do programa de tripulação comercial da NASA, Kathy Lueders, afirma, de forma irónica, "que a única coisa que precisamos fazer é descobrir como controlar o clima". As declarações foram feitas numa entrevista de imprensa por telefone esta segunda-feira

Teste tripulado da Crew Dragon da SpaceX marcado para o dia 27 de maio
Teste tripulado da Crew Dragon da SpaceX marcado para o dia 27 de maio
Ver artigo

Nesse mesmo dia, Mike McAleenan, do 45º Esquadrão Meteorológico da Força Aérea dos EUA, garantiu que a previsão na segunda-feira não era de todo favorável. Nesta altura, existia 60% de probabilidade de as condições climatéricas de amanhã não estar em concordância com as condições de segurança necessárias para o lançamento da Crew Dragon. Ventos fortes em alta atitude e no Oceano Atlântico, onde estarão barcos de "emergência" caso a missão não seja bem sucedida para os astronautas, são, por exemplo, condições desfavoráveis.

A previsão parece, ainda assim, melhorar ao longo do dia. Mike McAleenan garantiu que a previsão de esta terça-feira seria mais animadora, com a probabilidade de a missão não ser lançada amanhã a baixar para os 40%. Caso esta quarta-feira não seja possível que a empresa de Elon Musk faça história, restam dois outros dias: sábado por volta das 20h22 e domingo às 20h00. A informação foi divulgada por Emre Kelly, jornalista americano.

"Caso algo de errado aconteça queremos garantir que possa ser possível pousar", disse Hans Koenigsmann, vice-presidente de garantia de missão da SpaceX, durante o briefing de segunda-feira. "Por isso, as ondas não devem estar muito agitadas e o vento não deve ser muito forte".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.