Se inicialmente os rumores davam conta de uma versão da Switch mais poderosa e com maior autonomia, o website japonês Nikkei avança que a Nintendo estará a trabalhar numa substituta para a sua portátil 3DS. A publicação refere que está a ser produzida uma versão mais barata e mais pequena, mas terá também menos funcionalidades.

A notícia, que foi traduzida pela Nintendo Everything, refere que a fabricante nipónica já terá informado as produtoras de jogos e as cadeias de vendas que o novo modelo será lançado durante 2019. Os especialistas avançam que para tornar a consola mais barata, esta deixará de utilizar o recurso da dockstation, que possibilita a Switch original ligar-se à televisão, tornando-a assim focada na experiência portátil. Outra mudança no design é a possibilidade de a consola ser apenas digital, ou seja, sem o leitor de cartões para jogos apenas descarregados online.

Se o rumor se confirmar, a Nintendo poderá “matar dois coelhos de uma cajadada”. Em primeiro lugar, utilizar toda a atenção da Switch para criar uma digna consola portátil sucessora da 3DS. Por outro lado, unir os dois ecossistemas numa única plataforma. Ou seja, o mesmo título ser compatível com ambas as consolas, unir os jogadores nas partidas online, invés de produzir versões distintas do mesmo jogo, e assim poupar no investimento. Essa era aliás, a grande visão do falecido ex-presidente da Nintendo, Satoru Iwata, quando começou a esboçar a Wii U.

O artigo dá ainda conta de um novo serviço “destinado a jogadores entusiastas que estão disponíveis a pagar mais”, igualmente para 2019. Pensa-se que será um serviço de subscrição com mais oferta e próxima da Virtual Console da Wii e Wii U.

A introdução da nova consola pode ser uma das medidas da Nintendo para o abrandamento das vendas da Switch no último trimestre de 2018, e sobretudo da fraca performance da 3DS, que parece dar sinais do seu fôlego final.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.