A Sony tinha o Vaio Tap 11. A HP apresentou há não muito tempo o Envy x2. E agora é a vez da Toshiba apresentar o Portege Z20t como uma alternativa ao Surface Pro 3 da Microsoft. O equipamento da tecnológica japonesa pode não ser tão apelativo ao nível das especificações técnicas, mas apresenta alguns trunfos importantes.



A proposta é a de um computador portátil que rapidamente se transforma em tablet – e no caso do dispositivo da Microsoft acontece exatamente o oposto. Enquanto tablet o equipamento da Toshiba tem uma autonomia prevista de nove horas, mas se acoplado ao teclado o número aumenta para umas respeitosas 17,5 horas de funcionamento.

O segredo está no processador Intel M que alia um desempenho mediano – não tão potente como a gama Core i por exemplo – a um baixo consumo energético. O chip usado também não implica a existência de um sistema de refrigeração por ventoinha, o que ajuda o equipamento a apresentar-se tão fino como o Surface Pro e inclusive um pouco mais leve.



O Portege Z20t tem algumas entradas multimédia enquanto tablet, mas no teclado estão elementos importantes como uma porta UBS 3.0 e entrada Ethernet.



O ecrã é de 12,5 polegadas com uma resolução Full HD e tem 2.048 pontos de reconhecimento de pressão o que permite a produção de conteúdos com grande definição recorrendo a uma caneta digital que pode ser comprada em separado.



Olhando para outras especificações técnicas do computador é possível comprar versões com 4 ou 8GB de memória RAM e ainda 128, 256 ou 512GB de armazenamento.



O computador é destinado ao mercado empresarial e o preço base começa nos 1.399 dólares, cerca de 1.175 euros. A comercialização do portátil vai arrancar ainda durante o mês de janeiro em alguns mercados.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.