Em Outubro, a Apple ofereceu gratuitamente
milhares de CDs contendo a versão 10.1 da
plataforma aos utilizadores do Mac OS X. Esta foi a primeira
grande actualização ao novo sistema operativo -
que custa 129 dólares (145 euros ou 29 contos) -,
contendo funcionalidades importantes como a cópia
de filmes para DVDs. O que a empresa de Steve
Jobs não sabia era que o MacFixit iria publicar
online no dia 20 de Novembro informações
sob a forma de tirar mais partido dos CDs.



Enquanto procuravam pela solução de uma
dificuldade técnica, os elementos do site
MacFixit, um guia para utilizar e resolver
problemas relacionados com Macs, dscobriram que
podiam converter facilmente os CDs de
actualização 10.1 do Mac OS X em cópias completas
e totalmente funcionais do sistema operativo dos
computadores da Apple, mesmo para aqueles que não
possuíssem a cópia de uma versão anterior. É que
estes continham a versão completa e original do
Mac OS X, para além da actualização.



Os utilizadores que pretendiam instalar a versão
completa do novo software -
independentemente de terem ou não adquirido o Mac
OS X original - precisavam apenas de eliminar um
programa designado "CheckForOSX" que verifica se
o computador já corria a versão anterior. No artigo que publicou sobre este
assunto, o site explicou este facto e descreveu o
simples processo que converte o CD para permitir
a instalação completa.



Poucos dias depois, o MacFixit recebeu uma carta
dos advogados da Apple ameaçando-o de uma acção
legal se não retirasse imediamente o artigo,
acusando o site de violar as leis que protegem a
propriedade intelectual da Apple e que isso
tornava ilegal minar mecanismos de protecção dos
direitos de autor.



"Consideramos que isto é um assunto muito sério",
escreveram os juristas, na carta citada pelo New
York Times, acrescentando: "Em nome do nosso
cliente, exigimos que cessem e desistam de
publicar ou distribuir os materiais referidos em
cima."



Os responsáveis do MacFixit retiraram
imediatamente o artigo, embora afirmando que os
dados que continha ajudavam a resolver um
problema técnico legítimo - reverter para a
versão 10.1 do Mac OS X depois de actualizar para
a 10.1.1. Sem esse método, as pessoas que
actualizaram utilizando o CD da versão 10.1.1 não
podem voltar atrás.



"Apesar de acreditarmos que a informação fornece
um método legítimo para solucionar certos
problemas (como está explicado no artigo
original) e que nós não estamos a defender nada
ilegal, compreendemos a preocupação da Apple e,
por essa razão, cooperámos", afirmam os
responsáveis do MacFixit numa mensagem colocada online
no dia 28 de Novembro.



Mas outros sites já divulgaram essa informação,
como é o caso do Slashdot. A Apple afirmou que
qualquer pessoa que utilize o CD de actualização
sem possuir uma cópia do Mac OS X está a violar
os termos da licença da nova versão.



Notícias Relacionadas:

2001-11-19 - Mediafour desenvolve software para
ligar o iPod aos PCs Windows

2001-11-08 - Apple avisa que iTunes 2 pode apagar
dados de discos rígidos e partições

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.