A retalhista norte-americana está a recolher os carregadores vendidos com o Kindle Fire após esta data, depois de identificar riscos de choque elétrico em algumas unidades.

Entretanto a empresa já começou a avisar os clientes e nessa nota explica que as edições do tablet com o acessório defeituoso são a Fire Kids Edition e o Fire com ecrã de sete polegadas, que custam 65 e 130 euros.   

Na mesma nota a Amazon garante que “o problema é raro”, mas que a empresa mesmo assim decidiu avançar os clientes e agir de forma preventiva e avisar sobre os riscos associados ao acessório do modelo FABK7B, inscrição que pode ser encontrada na parte da frente do carregador.  

 Quem for afetado pode solicitar o envio gratuito de um novo carregador ou pedir um crédito de 15€, que ficará disponível na sua conta e que lhe permitirá comprar um carregador à sua escolha.

 

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.