Já há algum tempo que os investigadores procuram soluções de agricultura inteligente para melhorar a qualidade do cultivo e sobretudo evitar os desperdícios. As Nações Unidas estimam que anualmente entre 20 a 40% das colheitas perdem-se com doenças ou contaminações, mesmo nos campos agrícolas mais produtivos.

O laboratório Alphabet X, empresa parente da Google dedicada a encontrar soluções para os maiores problemas do planeta, está a pensar em utilizar inteligência artificial e tecnologias de machine learning para melhorar a produtividade dos campos agrícolas. A tecnologia poderá ser o melhor aliado do agricultor nas decisões de quando fazer a colheita ou aplicar a irrigação.

Três projetos europeus de investigação ganham 1,2 milhões de tecnológica portuguesa
Três projetos europeus de investigação ganham 1,2 milhões de tecnológica portuguesa
Ver artigo
Três projetos europeus de investigação ganham 1,2 milhões de tecnológica portuguesa
Três projetos europeus de investigação ganham 1,2 milhões de tecnológica portuguesa
Ver artigo

Outro aspeto crucial onde a IA poderá ser benéfica diz respeito ao planeamento da agricultura em ambientes afetados pelas mudanças climatéricas, sendo cada vez mais difícil prever os padrões da meteorologia ou como as pestes e outros fatores podem afetar a produção.

A utilização de máquinas automatizadas no próprio campo de cultivo já está a ser utilizado por algumas empresas, recorrendo a sensores de temperatura do ar, humidade ou radiação solar, mas a Alphabet X afirma que a solução passa por combinar a utilização de drones e outros aparelhos robóticos munidos de inteligência artificial para encontrar novas soluções radicais adaptadas aos diferentes campos agrícolas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.