Durante o Hack Day, a Netflix propõe aos programadores e trabalhadores da empresa fazer experiências e criar novas funcionalidades e soluções tecnológicas em torno da famosa plataforma de streaming. Este ano, uma das ideias chama-se Project Rumble Pak e basicamente é introduzir o efeito de rumble típico nos videojogos nos vídeos do serviço. Ou seja, imagine que está a ver uma série ou filme de ação no smartphone e quando há uma explosão ou um murro, por exemplo, o dispositivo vibra em sintonia, tal como os comandos das consolas.

Esta tecnologia, que a Sony já pensou para a sua gama de smartphone Xperia, pode dar à Netflix um novo trunfo para trazer mais público para os dispositivos móveis, caso a ideia venha a ser introduzida na sua plataforma.

O Hack Day deu origem a outros projetos, entre eles um chamado The Voice of Netflix, que utiliza uma rede neural para registar diálogos de séries televisivas e transformá-las em frases on demand. Ou seja, os utilizadores escrevem uma frase e carregando em Play as respetivas palavras são copiadas diretamente das personagens das séries da Netflix.

Outro projeto chama-se TerraVision e é uma ferramenta para ajudar realizadores a procurar novos locais para filmar. Na prática basta largar uma fotografia de um local que gostariam de procurar na interface, e esta procura os locais mais parecidos com os desejados na sua base de dados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.