Um estudo da Northeastern University e do Imperial College London, no Reino Unido, revela que o som vindo das televisões pode ativar por engano as colunas inteligentes. Os investigadores descobriram que, embora não estejam constantemente a gravar as conversas, os equpamentos podem ser ativados sem o utilizador querer até 19 vezes por dia.

Na experiência levada a cabo pelos investigadores, foram escolhidas 6 colunas inteligentes: uma Google Home Mini, uma Apple Homepod, uma Harman Kardon Invoke da Microsoft, e duas Amazon Echo Dot de segunda e terceira geração. Os equipamentos foram expostos a 125 horas de programas de televisão, incluindo séries como The Office, Grey’s Anatomy, Big Bang Theory e Narcos.

De forma a detetar quando é que os equipamentos começam a gravar, a equipa filmou-os ao longo da experiência, sendo que prestou também atenção ao tráfego de dados que estavam a ser enviados para a Cloud.

Experiência dos investigadores da Northeastern University e do Imperial College London
Na experiência, os seis modelos de colunas inteligentes foram colocados ao lado de colunas que transmitiam o som da televisão. créditos: Northeastern University / Imperial College London

Os especialistas concluíram que as colunas inteligentes com mais ativações acidentais são as da Apple e da Microsoft. No caso do Homepod, a Siri “acordava” sempre que surgiram palavras que rimavam com “hi” ou “hey” seguidas por algo que começava pela letra S, ou ainda por algo que rimava com “ri”. Já a Cortana era ativada quando ouvia palavras começadas por “Co”.

Embora sejam ativadas por engano com frequência, as colunas inteligentes apenas “acordam” durante breves momentos. O estudo indica que as Echo Dot de segunda geração e a Harman Kardon Invoke são as que ficam ativas durante mais tempo, ou seja, entre 20 a 43 segundos.

Em resposta ao estudo, um porta-voz da Amazon declarou, em comunicado à imprensa internacional, que a empresa está a investir continuamente na tecnologia relacionada com as palavras de ativação da Alexa. Já a Microsoft avançou que terá em consideração as conclusões do estudo no desenvolvimento futuro da sua assistente.

Um porta-voz da Google adiantou à imprensa internacional que os equipamentos permanecem em modo standby quando não estão ativados, sendo que o Google Assistant não envia informações quando está neste estado. Não obstante, recorde-se que em outubro de 2019, Rick Osterloh, chefe de hardware da gigante de Mountain View, alertou os utilizadores que têm colunas Nest em casa para avisarem os seus convidados de que estão a ser gravados.

Google Assistant fica "surdo" para rever práticas. Apple na mira também tapou "ouvidos" da Siri
Google Assistant fica "surdo" para rever práticas. Apple na mira também tapou "ouvidos" da Siri
Ver artigo

As questões de violação de privacidade de quem usa dispositivos com assistentes pessoais inteligentes têm vindo a preocupar reguladores e legisladores nos Estados Unidos e na Europa. Em agosto de 2019 a Google e a Apple enfrentaram o escrutínio das autoridades por armazenar conversas sem o conhecimento dos utilizadores e por terem colaboradores a revê-las manualmente.

Este mês estamos a celebrar os 20 anos do SAPO TeK. Saiba mais em https://tek.sapo.pt/tag/SAPOTEK20anos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.