Apresentado ao público em Janeiro último, o Linux Standard Base 2.0 conhece agora o lançamento da sua versão final. O anúncio da disponibilização partiu da sua promotora Free Standards Group que conseguiu reunir o apoio de um número alargado de fabricantes de software e de tecnologias da informação, nomeadamente a AMD, Dell, HP, IBM e Intel em redor da nova especificação para o sistema operativo.



Com o lançamento do Linux Standard Base 2.0 o Free Standards Group pretende criar um ponto de referência central para programadores e empresas que costumem trabalhar com tecnologias open-source. Essencialmente, a nova especificação quer normalizar alguns aspectos das tarefas em Linux, com o objectivo de facilitar às fabricantes a criação de programas que corram em diferentes versões do sistema operativo livre. Entre os software developers que já trabalham com produtos Linux Standard Base contam-se nomes como a Red Hat, SuSE Linux, MandrakeSoft e Turbolinux.



A nova versão da norma actualiza algumas das especificações básicas e implementações do Linux Standard Base, com por exemplo a adição de suporte para Single Unix Specification 3.0. Entre as introduções mais importantes estão a inclusão de um novo interface de aplicação binária (ABI) para C++ para a melhoria da interoperabilidade e o suporte às arquitecturas de hardware de 32 e 64 bits.



A LSB 2.0 inclui igualmente suites de teste e um ambiente de desenvolvimento, uma implementação de amostra de uma distribuição completa baseada em LSB e documentação para programadores. A nova especificação está disponível a partir do site do Free Standard Group.



Notícias Relacionadas:

2001-03-16 - Linux cada vez mais integrado

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.