A próxima versão estável do Google Chrome para Windows 8 pode trazer grandes diferenças para os utilizadores e para a estratégia do browser. A Google quer recriar o interface do seu sistema operativo próprio, o Chrome OS, no software da Microsoft através do browser.

Na última versão de programação disponibilizada é visível um interface renovado que faz lembrar o modo de funcionamento do Chrome OS. Além do navegador de Internet, os utilizadores vão ter acesso a uma barra de aplicações dos principais serviços da Google - Gmail, Youtube, Drive e Docs -, tal como acontece no sistema operativo baseado no Chromium.

A possível nova versão do navegador tem ainda um ícone que permite lançar as Chrome Web Apps em qualquer momento, sendo que os internautas vão poder ter múltiplas janelas com os diferentes serviços em funcionamento.

Apesar de marcarem presença na versão de desenvolvimento, não é certo que estas novidades do Chrome OS venham a ser aplicadas na próxima versão estável do navegador, como explica o The Verge. Podem até nunca ser aplicadas.

Além de ser conhecida pelo sucesso de alguns dos seus ecossistemas, a Google é também exímia em portar esses serviços para os software rivais. Um dos exemplos mais notórios é o conjunto de aplicações que existem para o iOS da Apple, que de origem não traz qualquer app da gigante dos motores de busca. Desta forma a Google consegue assegurar uma forte presença, mesmo nas plataformas que não detém diretamente.

A tecnológica de Mountain View resolve ainda de maneira parcial o baixo número de aplicações que tem no Windows 8, oferecendo uma opção integrada de aceder aos serviços em modelo Web.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.