(alterada)
A Intel já confirmou a suspensão do desenvolvimento da versão Tejas da sua arquitectura Pentium 4, concebida para substituir os modelos Prescott nos computadores desktop a partir do próximo ano. Também incluído neste plano está um novo processador Xeon para servidores de gama baixa, conhecido como Jayhawk, de arquitectura idêntica ao Tejas.



A notícia havia sido avançada pela imprensa internacional e foi já confirmada ao TeK por fontes da empresa. Embora esta manhã se apontasse para o facto da decisão estar relacionada com os elevados níveis de aquecimento dos processadores em causa, a Intel afirma que a mesma não se prende com quaisquer dificuldades relativamente ao desenvolvimento dos mesmos, mas sim com a estratégia de abandonar a arquitectura de core único e avançar com a de dual core para computadores desktop, já durante o próximo ano.



Os processadores dual-core são concebidos e construídos para terem um desempenho como um chip único. A Intel já tinha afirmado que iria lançar um processador Itanium dual-core, de nome de código Montecito, no próximo ano e um processador móvel dual-core em finais de 2005 ou início de 2006.



A antecipação desta opção reflecte, segundo um porta voz da empresa, aquilo que se passa no mercado, onde os utilizadores têm mudado para aplicações de desempenho mais intensivo, como multimédia, vídeo, audio e gráficas. Do mesmo modo, a Intel pretende avançar mais rapidamente para o fabrico de processadores dual-core, justifica.



Nota de Redacção: A notícia foi actualizada com a confirmação da decisão ao TeK e com afirmações de um porta-voz da empresa à imprensa internacional.



Notícias Relacionadas:

2004-02-02 - Intel inicia comercialização de chips da família Prescott

2003-12-15 - Novo processador Prescott da Intel mantém designação Pentium 4

2003-11-13 - Novo processador Intel para portáteis fiel à política de preços baixos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.