A Intel vai ser um dos parceiros de um consórcio liderado pelas portuguesas JP Sá Couto e Infolândia, que envolve a produção de computadores pessoais de baixo custo para exportação. Os pormenores do negócio serão revelados na próxima quarta-feira, em Lisboa, pelo próprio presidente da gigante do hardware, Craig Barret.




O projecto informático vai localizar-se no Norte, aproveitando a proximidade das universidades do Minho, Porto e Aveiro, e terá nome português, segundo o noticiado pelos jornais Expresso e Diário de Notícias.




A imprensa nacional avança que a fábrica já tem em encomendas de quatro milhões de computadores na sequência do interesse manifestado recentemente por responsáveis da Venezuela, Líbia e alguns PALOP.




Em Portugal, os computadores de baixo custo terão como destino o mercado doméstico no âmbito do programa e-escolas, que permite que os alunos do 7º ao 12º ano, professores, trabalhadores em formação inscritos no programa Novas oportunidades e membros de associações juvenis adquiram um portátil com ligação de banda larga à Internet, em condições vantajosas.



Notícias Relacionadas:

2008-06-25 - PCs de baixo custo chegam a Portugal


2008-06-05 - e-escola soma 290 mil inscritos e 180 mil portáteis entregues


2008-04-30 - Governo alarga Programa e-escolas a associações juvenis

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.