A Lenovo não deverá entrar já no mercado de consumo norte-americano. A fabricante está de momento mais concentrada na venda dos seus modelos ThinkPad a grandes clientes, prevendo para breve a expansão do negócio ao sector das pequenas e médias empresas.



"A primeira área que queremos abranger nos Estados Unidos é o segmento das PMEs", referiu Yang Yuanqing, presidente da Lenovo, numa conferência de imprensa. "Para o negócio de consumo teremos provavelmente uma unidade de vendas por telefone e Internet", adiantou.



De qualquer modo, a fabricante, que em Maio do ano passado comprou a unidade de computadores pessoais da IBM, não deverá iniciar a comercialização de PCs para o consumo nos Estados Unidos antes do próximo ano, segundo indicou Yang Yuanqing.



Com a compra da unidade da IBM, a Lenovo acabou por protagonizar o maior crescimento entre as fabricantes de PCs durante o primeiro trimestre deste ano. A empresa chinesa controla neste momento mais de seis por cento do mercado mundial de PCs, segundo dados da Gartner e da IDC.



Notícias Relacionadas:

2006-04-20 - Vendas de PCs aumentam 13% no primeiro trimestre

2005-10-19 - Lenovo apresenta primeiros ThinkPad para o mercado português depois do negócio com a IBM

2005-08-30 - Lenovo quer liderar mercado de PCs até 2010
2005-05-02 - Lenovo completa aquisição da unidade de PCs da IBM

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.