As vendas de computadores em território nacional voltaram a descer no primeiro trimestre de 2010, acentuando a tendência registada no último trimestre de 2009, revela o último relatório da IDC. A HP continua a liderar a tabela - mas com quase metade das unidades vendidas o ano passado pela mesma altura - e a Acer e a Asus quase duplicam a sua quota.

Com uma quebra global de 44,8 por cento face ao período homólogo - uma descida de 45,9 por cento nas vendas de portáteis e de 39,2 por cento nos desktops - o mercado português contraria os valores registados na restante EMEA (Europa, Médio Oriente e África) - onde o mercado global cresceu 22 por cento, liderado pelos portáteis, que venderam mais 32,2 por cento que em 2009.

Apesar de ter sofrido o decréscimo mais acentuado, o segmento de portáteis continua a ser responsável por 82 por cento das vendas de PCs em terras lusas - onde entre Janeiro e Março deste ano foram vendidos, no total, 294.886 computadores.

As vendas em Portugal continuam a cair, não só em comparação com o período homólogo, "altura em o programa e-escolinha estava no seu auge, mas também em comparação com o terceiro e quatro trimestres de 2009, em que já tinham ocorrido quebras acentuadas de vendas" (21 e 35,9 por cento, respectivamente), afirma Gabriel Coimbra, Research & Consulting Director da IDC.

De acordo com o especialista, esta tendência, que não se deverá inverter no segundo trimestre, estará associada à "ressaca do forte crescimento induzido pelos programas governamentais até ao final do segundo trimestre de 2009 e à contínua instabilidade económica".

Apesar disso, o mercado empresarial, apresenta sinais de estabilização na procura de portáteis, tendo registado no trimestre passado um crescimento de 3,9 por cento (chegando às 60.575 unidades).

O segmento, que é dominado pela Toshiba, com 57.036 unidades vendidas e uma quota de mercado de 23,7 por cento (apesar da quebra de 22,3% face a 2009), apresenta ainda um crescimento interessante por parte de empresas como a Acer e a Asus, que conseguem fazer crescer em 81,8 e 122,7 por cento as suas quotas de mercado.

Também no mercado global (desktops e portáteis) a prestação das fabricantes asiáticas se destaca pelo crescimento na ordem dos 92 (Acer) e 110,9 por cento (Asus), ocupando, respectivamente, os terceiro e quarto lugares da tabela de vendas (com 55.072 e 44.627 unidades), que continua a ser liderada pela HP, com 58.983 unidades comercializadas.

De registar ainda o crescimento da Sony e da Apple no mercado global, que conseguem aumentar em 86,9 e 49,1 por cento as suas quotas de mercado, face ao período homólogo, apesar de não irem ainda além das 9.763 e 8.200 unidades vendidas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.