Segundo a Microsoft, e contrariando as palavras de Donald Trump de há alguns dias, a Rússia continua a lançar ciberataques aos Estados Unidos. Quem o diz é o responsável da tecnológica para a área de segurança dos clientes, Tom Burt, durante um painel num fórum sobre segurança. Segundo avança o BuzzFeed, a sua equipa descobriu ataques de phishing apontados a três candidatos para cargos importantes em 2018.

O especialista refere que foi rastreada uma nova campanha de ataques a um grupo eventualmente ligado à GRU, a maior agência de inteligência russa a atuar no estrangeiro, que esteve envolvida nas infiltrações das eleições à Casa Branca em 2016. Ainda assim, os nomes dos alvos não foram divulgados por questões de segurança, mas deixou a pista de que se tratam de candidatos notáveis, alguns a concorrer para a reeleição dos cargos.

tek casa branca

Na semana passada, o departamento de justiça americano acusou 12 oficiais russos da GRU de invadir o correio eletrónico do comité democrático e as suas redes de computadores durante as eleições de 2016, com o propósito de influenciar os resultados. Os dados pessoais do partido, de Hillary Clinton e a Fundação Clinton foram disponibilizados na internet.

As questões de cibersegurança nos Estados Unidos têm sido alvo de polémica, com Dan Coats, diretor de inteligência do governo americano a confirmar que o país está de facto sob ataques informáticos, apontando a Rússia como principal responsável. Os sinais de alarme estão ao mesmo nível daqueles que a América recebeu antes do 11 de setembro.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.