A Microsoft pretende agitar as águas, para já um pouco turvas, no mercado de serviços de cloud gaming, ou seja, o Netflix dos videojogos. Embora já existam diversas gigantes no terreno, apenas o PlayStation Now está afinado e disponível a 100%. O Google Stadia chegou de forma tímida e em mercados selecionados. Mas o xCloud da Microsoft pretende ser um dos seus trunfos para a próxima geração da Xbox e PC, procurando aprender com os seus rivais (sobretudo onde estão a falhar) e definir a sua estratégia, ainda por revelar.

Ainda assim, os testes internos já estão a ser feitos no PC via Windows 10, segundo avança o The Verge, que teve acesso exclusivo a algumas imagens da plataforma xCloud. Para já apenas os funcionários internos da empresa estão a testar esta versão, numa espécie de antevisão. Através de streaming, os jogos da Xbox podem ser jogados no PC, através de uma app que será disponibilizada ao público na Windows Store. Anteriormente, o serviço esteve em teste ao público no Canadá, em smartphones iOS e Android, com acesso a um catálogo de 50 jogos.

É avançado que para jogar no PC é necessário um comando wireless Bluetooth da Xbox One, uma conta da Microsoft e claro, uma ligação de qualidade à internet. A aplicação do PC suporta também o streaming dos jogos de uma consola Xbox One, esteja ela disponível localmente ou de forma remota. Isto significa que os utilizadores vão poder jogar nas férias, num portátil, por exemplo, os jogos disponíveis na sua casa, na sua Xbox.

Durante estes testes, os funcionários estão limitados a uma resolução de 720p, mas em breve será atualizada para 1080p. É referido que a experiência de navegação no PC é muito semelhante às versões Android e iOS, incluindo a interface e a forma como se acedem aos jogos disponíveis para stream. Na opinião do The Verge, o serviço parece quase pronto para ser testado externamente.

Inicialmente, a Microsoft estava a testar servidores com quatro consolas Xbox One S, mas duplicou o número para oito unidades num único servidor. Foi também referido que a tecnológica vai começar a migrar os servidores de teste da atual geração, para os da próxima, suportados pelo processador da Xbox Series X. Atualizou ainda o encoder de vídeo integrado, descrito como seis vezes mais rápido que o atual a ser utilizado nos testes do xCloud.

A Microsoft revelou que terá mais de 3.500 videojogos preparados para o serviço, incluindo títulos retrocompatíveis da Xbox 360 e Xbox. Quando o serviço arrancar, todos os jogos lançados para as consolas Xbox serão compatíveis, sem a necessidade das respetivas produtoras fazerem alterações no código. A Microsoft refere que qualquer alteração ou atualização que os produtores fizerem aos jogos da Xbox One, essas serão aplicadas automaticamente às versões da xCloud.

Ainda não há uma data de lançamento para o serviço xCloud, mas tudo aponta para ser lançado ainda este ano, provavelmente a acompanhar a Xbox Series X.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.