A Microsoft está a trabalhar numa nova versão do seu software para PCs ultra finos. A última versão do Origami, nome por que geralmente é conhecido, ficou disponível no ano passado e baseava-se na Tablet Edition do Windows XP.



Agora, a empresa confirma que está a trabalhar numa nova versão que pode ser incorporada em equipamentos mais leves e com ecrãs mais pequenos. Terá ainda novidades ao nível do sistema operativo já que vai basear-se no Windows Vista, noticia o CRN.



O site cita o discurso de Vikram Madan, da unidade de desenvolvimento da companhia, na conferência de Hardware Engineering da Microsoft para acrescentar que esta nova versão do software se dirige a equipamentos com pouco mais de meio quilo de peso, ecrãs de 5 a 7 polegadas. Em termos de funcionalidades, os equipamentos suportados na nova versão devem ter teclados Qwerty, ecrã táctil LCD, um mínimo de 1GB de memória e autonomia de bateria de três a quatro horas.



As novidades apresentadas pela Microsoft nesta área sucedem desenvolvimentos recentemente desvendados pela Samsung e pela Intel. A fabricante coreana anunciou em Março o primeiro Ultra Mobile PC suportado em Windows Vista, o Q1P, que é o segundo modelo do género produzido pela fabricante.



A Intel, por seu lado, anunciou no mês passado uma nova plataforma baptizada com o nome de código McCaslin, que deverá começar a suportar PCs ultra finos a partir deste verão. Para meados de 2008 já está agendado um upgrade da plataforma que passará a basear-se em tecnologias de 45 nanómetros.



Notícias Relacionadas:

2006-03-10 - Novo formato de PC ultraportátil desvenda mistério do Origami

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.