A Microsoft começou a testar esta semana, em beta fechada, o Vine, uma aplicação de troca de mensagens curtas, criada para que pequenos grupos ou empresas partilhem informação em situações de emergência.

De momento apenas localizado para os Estados Unidos, o programa permite o envio de alertas semelhantes aos do Twitter, a publicação de relatórios de informação e a adição e acompanhamento de contactos.

Para funcionar, é necessário descarregar o painel de controlo da aplicação e fazer o log in com os dados da conta Windows Live. O interface toma depois a forma de um mapa, onde surgem notificações geo-referenciadas se uma notícia ou anúncio de segurança público for feito para determinado local - com base numa das 20 mil fontes associadas à aplicação.

É possível personalizar a aplicação para mostrar apenas informação acerca dos locais e áreas de interesse específico para os utilizadores.

Os relatórios associados ao Vine podem ser usados para enviar informações em horários programados, trocar notícias e qualquer outro conteúdo mais detalhado do que um simples post.

Se algum dos contactos enviar um alerta ou fizer uma actualização no Facebook - uma das redes a que o Vine estará ligado -, o utilizador será notificado a partir do painel de controlo. O serviço também permite envio e recepção de alertas por email e SMS.

Por enquanto, o Vine só está disponível nos EUA para beta-testers convidados. Desconhece-se a existência de planos para o alargamento do programa a outras regiões do mundo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.