Ao contrário do que estava prometido, os computadores portáteis Magalhães não foram ainda entregues a todos os alunos do primeiro ciclo do ensino básico que os solicitaram.

A ministra Maria de Lurdes Rodrigues admitiu ontem à Rádio Renascença que a interrupção para as férias da Páscoa atrasou as entregas mas afirma esperar que, com a retoma das actividades lectivas, nas próximas semanas possam estar ultrapassados os problemas logíticos de distribuição.

À mesma fonte a ministra explica que as crianças do primeio ciclo estão quase todas inscritas no programa e-escolinhas e pede tranquilidade para o terceiro período que amanhã se inicia.

Recorde-se que os últimos números conhecidos apontavam para a entrega de 275 mil portáteis Magalhães até final de Março, um número avançado pelo secretário de Estado Paulo Campos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.