A Fundação Raspberry Pi anunciou esta segunda-feira uma nova versão do seu computador de baixo custo. O Raspberry Pi 2 chega com o dobro da memória, um poder de processamento seis vezes superior, mas com o mesmo preço do seu modelo anterior.

Existem várias melhorias que chegam ao novo Raspberry Pi, um computador de tamanho reduzido e que é essencialmente utilizado em aulas de programação e outras atividades relacionadas com a eletrónica e com o movimento do it yourself. A memória RAM passa de 512 MB para 1GB e o processador, que antes tinha apenas um núcleo, é agora um ARM Cortex A7 quad-core de 900 MHz.

Tal como na primeira versão, o Pi 2 traz quatro portas USB e uma entrada para cartões MicroSD, que funcionará como memória principal. Apesar de ter recebido bastantes melhorias, a verdade é que o este 'mini-computador' com nome de fruto vermelho não chegará ao mercado por mais do que 35 dólares, cerca de 30 euros, o preço do modelo original.

Eben Upton, CEO da fundação, não escondeu o contentamento pelo novo modelo e disse até que "o Raspberry Pi 2 tem poder de computação suficiente para fazer tudo o que um PC "normal" consegue fazer: navegar na Internet, processamento de texto, trabalhar com algoritmos e mais". Para além disso, será incluída pela primeira vez uma versão do sistema operativo da Microsoft, o Windows 10, para além da já habitual distribuição Linux.

O novo modelo está disponível para venda a partir de hoje. Eben Upton referiu que já foram produzidas cerca de 100 mil unidades para evitar os problemas relacionados com a elevada procura em edições anteriores.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.