Os halls da CeBIT foram, esta quarta-feira à noite, percorridos pela polícia alemã que "visitou" vários stands com o objectivo de recolher informação sobre alguns dos produtos em exposição, por denúncia de violação de patentes.

As autoridades confirmaram que na origem da rusga estiveram as queixas apresentadas por um conjunto de 28 empresas quanto ao possível roubo de tecnologia em vários produtos expostos.

Em busca de provas, os agentes recolheram computadores, leitores MP3 e numerosos documentos, refere a imprensa internacional.

Este não foi contudo o único incidente do género na edição 2010 da feira que começou a 2 de Março e se prolonga até dia 6. No primeiro dia da CeBIT, as autoridades retiraram vários produtos suspeitos, depois de investigarem as suas origens, ainda que não tivesse sido tomada uma decisão definitiva quantos aos mesmos.

Se o roubo de patentes ficar provado, os expositores infractores poderão enfrentar multas pesadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.