Concebido para alternar entre dois modos de funcionamento, dependendo do tipo
de tarefa que estiver a executar - um modo adaptado para cálculos pesados, o
outro para transações de negócios como a gravação ou o acesso a informação
contida numa base de dados -, o UltraSparc V da Sun irá ser lançado dispondo de uma velocidade de 1,8 GHz,
prevendo-se que alcance mais tarde os 3 GHz.



A CNET informou ontem que
David Ye, director geral do grupo de produtos de processadores da Sun estava
prestes a revelar alguns dos planos da companhia, uma decisão que faz parte
da estratégia de ataque da fabricante de servidores tendo em conta a chegada
para breve do processador Itanium da Intel aos mercados.



Este chip com "dupla personalidade", de forma a lidar com diferentes
tipos de cargas de trabalho, situa-se a duas gerações do actual processador
UltraSparc da Sun e que se encontra nos principais servidores da fabricante
de computadores, mas ainda não tem data certa de lançamento.

De acordo com a apresentação que se previa que Yen efectuasse ontem,
terça-feira, o UltraSparc III irá atingir a velocidade de 1,2 GHz, um
desempenho ligeiramente mais rápido do que as novas versões de 1,05 GHz
deste processador que se prevê que a Sun lance dentro em breve.

Por seu lado, o UltraSparc IV irá ser comercializado inicialmente a 1,2 GHz,
alcançando posteriormente os 2 GHz. Tal como para o UltraSparc V, a Sun não
adiantou qualquer data de lançamento para os novos produtos.

Os actuais processadores UltraSparc da Sun foram lançados a um ritmo muito
mais lento do que o inicialmente estimado pela companhia, sofrendo em
consequência os UltraSparc IV e V atrasos consecutivos. Apesar disso, os
servidores da companhia permanecem nos primeiros lugares no mercado de
servidores Unix, para além de existir um número enorme de software
complexo destinado a estas máquinas, ao mesmo tempo que as margens de lucro
da companhia estão a subir.



E apesar de estar prestes a incluir servidores baseados em processadores
Intel no seu catálogo, a Sun sempre foi uma forte defensora dos seus
processadores UltraSparc - cujo design é da responsabilidade da Texas Instruments -, dado que
estes representam o componente mais importante ddo seu negócio de produção
de computadores com elevados níveis de desempenho. Um dado que demonstra
isso é o facto de a Sun ter mais de 1.400 designers a trabalharem nos
seus processadores UltraSparc.



Em paralelo, a empresa está também a trabalhar noutros chips para
além dos UltraSparc II, IV e V. A pensar nos sistemas de gama alta que
vendem mais unidades do que os produtos topo de gama, a Sun planeia
introduzir dentro em breve o UltraSparc IIIi de 1,1 GHz e que chegará mais
tarde até 1,6 GHz. O seu sucessor será o UltraSparc Vi, funcionando de 1,1 a
2 GHz.



Com vista aos sistemas "horizontais" de gama baixa, que são normalmente
comprados em maiores quantidades mas que têm um custo inferior, a Sun irá
comercializar o UltraSparc IIIi com uma velocidade de relógio de 1,1 GHz a
1,4 GHz antes de passar a uma nova geração de processadores de série i
funcionando a partir de 1,5 GHz até para além de 3 GHz.

A linha UltraSparc II irá subsistir na série "e" de processadores, empregue
nos servidores mais leves e estações de trabalho de gama baixa da Sun. O
actual IIe de 700 MHz irá eventualmente ser substituído por outros chips IIe
de 900 MHz e 1,1 GHz.


Notícias Relacionadas:

2002-06-05 - Sun
lança novos servidores de entrada de gama e acelera Netra 20 até aos 900
MHz


2002-04-10 - Sun
ataca mercado de servidores de gama média com Fire 12k

2002-02-08 - Sun
prepara-se para lançar novos servidores Linux de gama baixa

2001-08-01 - Sun
revela os novos processadores UltraSparc III

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.