Desktops, portáteis e estações de trabalho somaram 70,6 milhões de unidades vendidas no quarto trimestre de 2017, segundo os dados preliminares da IDC. O crescimento face ao ano anterior foi apenas de 0,7%, mas suficiente para superar expetativas e quebrar um “jejum” de seis anos. Mas só trimestral…

O comportamento do mercado entre outubro e dezembro de 2017 não foi uniforme, nem no que diz respeito a fabricantes, nem por regiões, destaca a consultora. No primeiro caso, os dados confirmam a concentração das vendas em redor das três grandes, tal como nos trimestres anteriores: HP, Lenovo e Dell).

Mas os números não foram positivos para todas. A HP cresceu 8,2%, mas as vendas da Lenovo, na segunda posição, baixaram 1,2%. A Dell, em terceiro, cresceu 2,7%. As quotas de mercado para quem está no pódio estão agora nos 22,7%, 21,1% e 15,7%.

A maior surpresa acabou por ser a Apple que registou o segundo melhor crescimento do trimestre (7,6%) e que acabou por ultrapassar fabricantes como a Acer e a Asus e está agora na quarta posição do ranking, com uma quota de 7,6%.

tek ranking PCs 2017 IDC

Por regiões, resultados menos bons para os Estados Unidos e a EMEA a destacar-se novamente pela positiva.

E se a IDC destaca os resultados trimestrais positivos, a Gartner diz que foram negativos e aponta para os números anuais, indicando que ainda não foi desta que o mercado de PCs cresceu. Também em dados preliminares, a consultora estima uma descida de 2,8% em relação a 2016, no sexto ano consecutivo em queda. Para o trimestre defende uma descida de 3,6%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.