Ainda não será a versão final da sua ambiciosa integração de aplicações de Android no Windows 11, mas a Microsoft prometeu no próximo mês lançar um primeiro teste público de antevisão. Na mesma altura, o sistema operativo vai receber melhorias na barra de ferramentas, assim como as aplicações Notepad e Media Player totalmente redesenhadas.

As novidades foram partilhadas por Panos Panay, o responsável do Windows, no blog da Microsoft. As novidades vão chegar naquela que será a primeira grande atualização pós-lançamento do sistema operativo. Ainda no que diz respeito às apps para Android, é referido que será feito em integração com a Microsoft Store, a loja da tecnológica, assim como as suas parcerias com a Amazon e Intel.

Apesar da Microsoft ter referido que será possível instalar aplicações Android no Windows 11, isso não significa que os utilizadores tenham acesso direto à Play Store da Google. A Microsoft não vai suportar diretamente essa ligação, mas sim o acesso às apps disponíveis na appstore da Amazon, funcionalidade em teste desde outubro. Ainda assim, do lado da Google, a tecnológica está a construir a sua própria aplicação para o Windows 11.

Veja na galeria algumas das novidades do Windows 11 que vão chegar em fevereiro:

A estratégia da Google é expandir o seu ecossistema de jogos Android a mais computadores. A ideia é que os jogadores transitem entre as plataformas instantaneamente, seja a jogar no smartphone enquanto estão nos transportes públicos, passando para o computador quando chegam a casa. Um conceito semelhante ao que a Google promete com o seu serviço de cloud gaming Stadia.

Voltando às novidades do Windows 11, a barra de tarefas terá funcionalidades que vão ser interessantes para quem está em teletrabalho e em constantes videoconferências, com a possibilidade de facilmente colocar as chamadas em “mute”. A partilha da janela será também mais fácil, além da integração do widget da meteorologia para a barra de ferramentas, que a Microsoft começou a testar nas versões betas do Windows no mês passado.

Panos Panay salienta ainda que o Windows vai ser a espinha dorsal para a inovação, seja ele o destino do gaming, criatividade e exploração, mas igualmente uma porta de entrada para o metaverso.

Na mensagem, o executivo salienta ainda o crescimento do ecossistema do Windows mais forte em torno do hardware, software, apps, periféricos e outros. Destaca a parceria que fez com várias fabricantes, como a Acer, Asus, Dell, HP, Intel, AMD, Lenovo, Razer e Qualcomm, que não última CES mostraram novos produtos com o Windows 11.

Há inclusive uma linha de portáteis configurados especialmente para estudantes, recorrendo ao Windows 11 SE com ferramentas e funcionalidades específicas para o ensino. E para quem necessita de soluções de cloud, a Microsoft salienta o Windows 365, em que os profissionais podem ter acesso ao sistema operativo em stream, a partir de qualquer equipamento.

Veja na galeria os computadores preparados com o Windows 11 SE

A Microsoft divulgou hoje os seus ganhos referentes ao segundo trimestre do seu ano fiscal de 2022, revelando que as suas receitas foram de 51,7 mil milhões de dólares. Office, Windows e serviços em cloud ajudaram a reforçar os resultados muito positivos do trimestre.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.