A fabricante chinesa apresentou hoje durante um evento em Pequim o Mi Notebook Air, aquele que é o seu primeiro portátil, que, pelo aspeto exterior e restantes características, se assemelha bastante a vários equipamentos que a Apple disponibiliza neste mesmo segmento. Este anúncio oficial dá seguimento ao que o TeK revelou há alguns dias.

A conta no Twitter da Xiaomi será talvez o mais eficaz meio para ficar a conhecer este novo portátil de origem chinesa, que surge em duas versões: uma de 13,3 polegadas e uma outra com 12,5 polegadas. Ambos os ecrãs ostentam resoluções Full HD, junto de um teclado completo e retroiluminado, duas portas USB "normais" e uma tipo C e slot para cartões SD. A autonomia anunciada é de 9,5 e 11,5 horas, respetivamente.

O Windows 10 é o sistema operativo. Instalado de raiz vem também o software Xiaomi Sync, que a marca diz permitir o emparelhamento com smartphones Xiaomi para efeitos de sincronização de dados. Da mesma fora, uma Mi Band poderá ser usada para fazer login no portátil.  

A versão com ecrã de 13,3 polegadas mede 306,9 x 210,9 x 14,8 mm, pesando 1,28 kg. No interior está um processador Intel Core i5, 8 GB de memória RAM, um SSD de 256 GB e uma gráfica GeForce 940MX da Nvidia. Já o modelo de 12,5 polegadas conta com CPU Intel Core M3 com gráficos integrados, 4 GB de memória RAM e SSD de 128 GB.

Não são conhecidas datas e planos para colocar estes portáteis à venda fora da China, para já, onde estão disponíveis a partir de 2 de agosto por 540 e 750 dólares.

Redmi Pro também vê a luz do dia

A fabricante chinesa aproveitou ainda o momento para anunciar oficialmente o novo smartphone Redmi Pro, com ecrã OLED de 5,5 polegadas, resolução Full HD e níveis de contraste de 60.000:1, algo inédito num equipamento do género, diz a marca.

O terminal estará disponível na China já a 6 de agosto e inclui duas câmaras traseiras, uma de 13MP e outra de 5 MP, com sensoes Sony e Samsung, respetivamente.  A construção é em metal, com opções de cor em dourado, cinza e prateado.

Quanto a espeficiações de hardware, são três as versões do Redmi Pro, que alternam entre os processadores MediaTek Helio X20 e X25:

– Versão standard: 3 GB de memória RAM e 32 GB de espaço para armazenamento;
– Versão high: 3 GB de memória RAM e 64 GB de espaço para armazenamento;
– Versão maximum: 4 GB de memória RAM e 128 GB de espaço para armazenamento.

A gráfica é a Mali-T880, ao passo que a bateria tem uma capacidade de 4.000 mAh. Outras características são uma porta USB-C, Bluetooth, Wi-Fi e GPS.

Os preços estimados são para já de 225, 255 e 300 dólares, respetivamente. Relembramos que este será o mais dispendioso Redmi, que é a gama mais baixa entre os smartphones da Xiaomi.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.