A Amazon lançou um serviço de música por streaming para todos os clientes do serviço de subscrição Amazon Prime – que também garante, entre outras regalias, acesso a conteúdos vídeo. É um movimento agressivo por parte da tecnológica de Jeff Bezos que aproveita assim a base de subscritores que já tem para entrar num mercado cada vez mais competitivo.



A Apple comprou recentemente a Beats e não foi só por causa dos auscultadores de qualidade. A Google, diz-se, está em conversações para adquirir o Songza e o próprio Twitter está a tentar negócios na área da música. O Spotify leva 25 milhões de utilizadores ativos, enquanto o Pandora tem mais de 70 milhões.



Estes são apenas alguns exemplos de como os maiores nomes tecnológicos estão a querer reposicionar-se neste mercado. Além do modelo por subscrição, a curadoria é também muito importante – saber o que os utilizadores querem ouvir, saber fazer as melhores recomendações.



Para os internautas portugueses a novidade acaba por não ter grande impacto, isto porque a Amazon não tem o serviço Prime disponível no mercado nacional. Mas é mais um exemplo das movimentações que estão a ser feitas no segmento.



Ao todo a Amazon diz que o seu catálogo tem um milhão de faixas de música e milhares de playlists criadas.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.