O mais recente ataque do movimento AntiSec volta a ser dirigido contra militares e entidades governamentais. Ontem o grupo de hackers que junta os Anonymous e alguns membros do LulzSec divulgou endereços de email e passwords de 90 mil militares que estavam alojados num servidor gerido por uma empresa com contratos militares.

O ataque à empresa Booz Allen Hamilton terá sido feito através de um servidor não protegido, que garantiu o acesso à informação. O ataque não foi confirmado pela empresa.

O grupo AntiSec divulgou a informação através do Twitter e os 4 GB de informação, mas o modo de operação parece ser semelhante a outros ataques realizados nos últimos meses, que envolveram entidades tão diversas como a Sony, a polícia do Arizona e entidades ligadas ao FBI.

Um dos últimos ataques divulgados teve como alvo a Apple, tendo sido publicados online 26 nomes de utilizadores e passwords alegadamente obtidos num servidor da empresa.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.