É verdade que faltam ainda alguns meses para o começo da edição de 2020 do Web Summit, mas a organização já revelou os primeiros oradores daquela que é conhecida como uma das maiores conferências de tecnologia e empreendedorismo do mundo.

No blog oficial do evento, Rob Babos, um dos membros da equipa responsável pelo Web Summit, explica que a organização tem estado a trabalhar arduamente para preencher o cartaz de oradores em torno dos seis temas principais. Já se conhecem os 50 primeiros e, à medida que a data de começo do evento se aproximar, vão ser reveladas muitas mais novidades.

Conheça alguns dos oradores que vão marcar presença no Web Summit 2020

Entre os primeiros oradores anunciados estão algumas figuras que vão marcar presença pela primeira vez nos palcos do Web Summit. Entre eles estão Eric Yuan, CEO da Zoom, Eduardo Severino, cofundador do Facebook e ainda Xiang Wuang, CEO da Xiaomi.

Já fora do mundo da tecnologia, destacam-se Siyabulela Mandela, jornalista, ativista dos direitos humanos e neto de Nelson Mandela, assim como Ellen Weintraub, comissária eleitoral norte-americana, e Valdis Dombrovskis, vice-presidente executivo da pasta da economia na Comissão Europeia

A lista conta também com oradores que já estiveram em edições passadas do evento: desde Guo Ping, Presidente rotativo da Huawei, Brad Smith, Presidente da Microsoft, Daniela Braga, líder da DefinedCrowd ou Nikolay Storonsky, fundador e CEO da Revolut.

A pandemia de COVID-19 levou à reestruturação do Web Summit. Em junho, Paddy Cosgrave revelou que o evento ia ter uma componente física, mas, mais tarde, a organização comunicou que a conferência vai decorrer em duas formas, com a plataforma online a garantir o suporte até 100 mil participantes.

Web Summit 2020 é online e offline e muda de data para dezembro
Web Summit 2020 é online e offline e muda de data para dezembro
Ver artigo

Porém, a exposição e conferências físicas ainda têm de ser "validadas" pelas autoridades em outubro, e estão condicionadas à evolução da pandemia. A data de realização também mudou, passando para os dias 2, 3 e 4 de dezembro, num modelo mais curto do que os quatro dias que a conferência normalmente ocupa.

Apesar dos desafios, Paddy Cosgrave está convencido que o modelo online funciona e que existem formas de melhorar a interação entre os participantes através das ferramentas. "Estamos a planear um evento com mais de 100 mil pessoas e espero conseguirmos fazer o maior evento de sempre online", defendeu o CEO do Web Summit.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.